TSM retira o streamer Diego da equipe após acusações de comportamento predatório

De acordo com as acusações, Diego beijava fãs menores de idade em 2016.

Captura de tela via TSM

A TSM retirou o streamer Diego da organização no final de semana em resposta às acusações de comportamento predatório recebidas pelo streamer.

No sábado, a YouTuber Shannon Taylor compartilhou um vídeo de 44 minutos com o título “Meu stalker e abuso, meu ex, fãs menores de idade, o envolvimento de Bryan Stars e por que estou falando disso agora” (em inglês, “My Stalker & Assault, My Ex, Underage Fans, Bryan Stars’ Involvement & Why I’m Talking Now”), onde acusava Diego de beijar fãs menores de idade em sua turnê. Ela incluiu fotos de 2016 que mostravam Diego beijando as fãs em meet-and-greets.

Diego publicou seu próprio depoimento, respondendo as acusações e confirmando que as fotos foram tiradas na época em que ele tinha um vlog onde criava conteúdo para o YouTube.

“Isso é por causa de algumas fotos velhas que apareceram, fotos minhas com fãs em meet and greets há alguns anos (eu mantinha um vlog no YouTube na época), quando eu beijava fãs na bochecha se quisessem isso na foto ou até rolava um beijo técnico se quisessem isso na foto. Nem toda foto era assim, lógico, mas, se as fãs quisessem, eu faria para a foto”, disse Diego.

Diego disse que parou de beijas as fãs em 2017 porque foi “criticado” e porque “percebeu que era inapropriado”.

“Eu entendo por que estava errado, mesmo que quisessem isso para a foto, deveria ter dito que não e pensado em algo melhor, sei lá”, disse o ex-streamer da TSM.

Diego encerrou o depoimento se responsabilizando por suas ações e pedindo desculpas à TSM e a seus fãs. Ele publicou uma última mensagem à comunidade pouco depois de publicar o depoimento, garantindo que “vai dar tudo certo” com a situação.

Artigo publicado originalmente em inglês por Ryan Galloway no Dot Esports no dia 28 de junho.