Super Smash Bros. Ultimate não terá Goku, reafirma Masahiro Sakurai

Personagens que não forem de videogames não vão aparecer em Smash Ultimate num futuro próximo.

Captura de tela via Tokyo Game Show

O criador e diretor de Super Smash Bros. Ultimate, Masahiro Sakurai, confirmou que a série vai continuar com foco apenas em personagens de videogames, apesar de os fãs pedirem representantes de outras mídias.

Sakurai fez esse comentário no palco, aceitando um prêmio por Ultimate no Tokyo Game Show de 2019. Ele mencionou especificamente Son Goku, de Dragon Ball Z, e o Homem de Ferro, da Marvel, como personagens que não vão aparecer em Ultimate.

Graças a PushDustin no Twitter, temos uma tradução completa da declaração de Sakurai sobre os pedidos de DLCs e outros comentários sobre a produção do Smash mais recente.

“Eu recebo todo tipo de pedido de fora do país, como “cadê meu querido Homem de Ferro?” ou “cadê meu querido Goku?””, disse Sakurai. “Porém, [Smash] basicamente só vai ter conteúdo de videogames.”

Essa declaração já está extremamente bem-documentada, já que o desenvolvedor da Nintendo já disse coisas parecidas antes quando o perguntaram sobre personagens como Goku sendo muito pedidos. Como aparece em seu novo livro 2015-19 Thoughts on Masahiro Sakurai’s Games, que foi lançado em abril, ele deu sua opinião sobre o assunto.

Especificamente, na página 27 do livro, ele está falando dos DLCs como um todo e menciona que, apesar de alguns pedidos serem sérios, ele “não acha que personagens como Homem de Ferro e Goku vão acontecer”. É apenas mais uma vez em que a pessoa que toma as decisões finais em relação a personagens adicionados ao jogo diz que não, personagens que não são de videogames não serão adicionados. E mesmo assim a discussão continua.

Com a inclusão de Banjo e Kazooie, além dos comentários de Sakurai sobre querer agradar o máximo possível de fãs com seu trabalho nos DLCs de Ultimate, parece pouco provável que os fãs de Smash parem de pedir o que querem. Os personagens que entrariam no jogo foram escolhidos antes do lançamento, mas, com mais conteúdo chegando, prepare-se pra ouvir bem mais “Goku no Smash! por aí.

Os comentários mais recentes foram ditos no palco quando Super Smash Bros. Ultimate levou quatro prêmios no TGS, incluindo o Grand Award, o mais importante da premiação.

Sakurai prometeu que vai continuar trabalhando o máximo que pode no jogo porque foi a última missão que Satoru Iwata, lenda da Nintendo, deixou para ele antes de falecer.

“Me desculpem por trazer uma história tão pessoal em tempos assim… mas fazer o Smash Bros de Switch foi a última missão que Satoru Iwata me deu”, Sakurai disse. “Preciso dar tudo de mim ao jogo, e com mais DLCs eu continuo trabalhando com afinco.”

Terry Bogard de Fatal Fury deve se juntar à batalha em novembro, então os fãs de Smash têm motivo para ficarem ansiosos. Mesmo que não seja Goku. 

Artigo publicado originalmente por Cale Michael em inglês no Dot Esports no dia 13 de setembro.