O presidente da Evo, Mr. Wizard, foi demitido após acusações de assédio sexual e pedofilia

O grande chefe da Evo foi acusado por um concorrente de longa data da FGC.

Captura de tela via Evo

A Evo colocou o presidente Joey “Mr. Wizard”Cuellar, em licença administrativa hoje cedo e aguarda uma investigação, depois que ele foi acusado de assédio sexual e pedofilia.

CrackPr0n, alguém que está na comunidade de jogos de luta há décadas, alegou que Cuellar pagou a ele US$ 20 em 2001, quando CrackPr0n tinha 17 anos, para ver seu pênis.

Os eventos supostamente ocorreram no Southern Hills Golfland Arcade, em Stanton, Califórnia, um local famoso para muitos no FGC, incluindo alguns da velha guarda como Cuellar, Alex Valle, James Chen e muitos outros. O CrackPr0n costumava sair com esse grupo, apesar de ser significativamente mais jovem do que a maioria deles. 

Ele disse que muitos dos membros mais velhos do grupo supostamente pagariam as crianças mais jovens, algumas das quais com apenas 12 anos, tokens no jogo para completar desafios, como pular em piscinas com a roupa de baixo.

Porém, em 2001, Cuellar desafiou CrackPr0n de que o tamanho de seu pênis não seria “acima da média” para um homem asiático aos 17 anos de idade.

“Wizard disse: ‘Eu aposto que não é, eu aposto 20 dólares que você é’, disse CrackPr0n. “E assim foi feita a aposta. Mais tarde, ele estipulou que teria que ver pessoalmente, e eu argumentei, como diabos vou ser capaz de ficar aleatoriamente ereto para você ver? Então, trouxe um monte de pornografia para o SHGL, entrei no banheiro enquanto ele esperava do lado de fora do banheiro para eu chamar ele.”

Quando se tratava de desafios de tokens, o CrackPr0n alegava que Cuellar pagaria às pessoas centenas de tokens para fazer coisas como tirar a roupa e pular na piscina. Os meninos que participaram tinham, geralmente, 12 a 16 anos de idade e usavam roupas íntimas sem colocar toalhas. CrackPr0n disse que não via mal nisso por anos.

“Éramos adolescentes sem dinheiro e entre 100 e 200 fichas (entre 20 e 40 dólares em fichas) era muito”, disse CrackPr0n. “Então, quase todos nós fizemos isso sem pensar duas vezes. ‘Pular em uma piscina por 10 minutos por US $ 40? Isso aí!’ Nós nunca pensamos nisso de maneira predatória.”

Quando o CrackPr0n compartilhou a história com outras pessoas anos depois, Jay “Viscant” Snyder o ajudou a perceber o que aconteceu. 

“As pessoas estavam falando sobre apostas que venceram e coisas que fizeram, então contei essa história”, disse CrackPr0n. “Viscant riu e eu lembro das suas palavras exatas.  ‘Você ganhou US$ 20 para dar a Wizard uma noite de punheta. Eu estava tipo ‘Hein?’ Viscant disse ‘Você não sabia? Joey é gay. De repente, tudo se juntou. O material da piscina, a aposta e tudo mais se juntaram. Outros disseram ‘é cara, você não sabia?’”

Enquanto CrackPr0n disse que esses eventos não o deixaram com nenhum trauma, ele disse que é importante que histórias como essa sejam reconhecidas.

Um vídeo também ressurgiu no qual o proprietário do Super Arcade, Mike Watson, referenciou a situação exata descrita pelo CrackPr0n.

Em resposta a essas acusações, Evo colocou Cuellar em licença administrativa até que uma investigação de terceiros possa ser concluída.

Não está claro se essa situação afetará a Evo Online, mas é improvável que o evento seja afetado de maneira significativa, pois o cronograma e a contagem de jogadores foram finalizados. 

Atualização 2 de julho 20:00: Cuellar divulgou uma declaração na qual se desculpou e disse que “era jovem e imprudente e fiz coisas das quais não me orgulho”.

https://twitter.com/MrWiz/status/1278846403716866048?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1278846403716866048%7Ctwgr%5E&ref_url=https%3A%2F%2Fdotesports.com%2Ffgc%2Fnews%2Fevo-president-mr-wizard-placed-on-leave-following-sexual-harassment-and-pedophilia-allegations

Artigo publicado originalmente em inglês por Cale Michael no Dot Esports no dia 02 de julho.