Activision Blizzard quer todas as suas franquias no mobile

Depois de Call of Duty, outros jogos ficarão disponíveis para mobile.

Imagem via Blizzard Entertainment

Depois do sucesso de Call of Duty: Mobile, que passou dos 300 milhões de downloads em apenas um ano, a Activision Blizzard também quer levar seus outros jogos para o mobile. A equipe mais antiga da Activision Blizzard revelou durante uma chamada da empresa com investidores que planeja investir mais no segmento de dispositivos móveis.

Daniel Alegre, presidente e COO da Activision Blizzard, disse que “possibilitar que as franquias [da Activision’s] fiquem disponíveis em bilhões de dispositivos móveis” é “de longe a maior oportunidade” da empresa. Ele adicionou que quer capitalizar nisso e planeja levar todas as franquias da empresa ao mobile.

Até agora, a Blizzard já anunciou que levaria Diablo a dispositivos móveis. Diablo Immortal foi anunciado durante a BlizzCon 2018 e está sendo desenvolvido para Android e iOS em uma parceria com a empresa de tecnologia chinesa NetEase.

“A resposta a Diablo Immortal foi empolgada nos testes internos do terceiro trimestre do ano e em breve o jogo terá testes regionais externos”, disse Alegre.

Alegre também revelou que no momento há “vários títulos mobile da Blizzard em desenvolvimento”.

Sobre levar seu battle royale, Call of Duty: Warzone, ao mobile, o presidente da Activision Rob Kostich disse que a Activision vê “uma grande oportunidade para conectar a experiência mobile à dos consoles e do PC, e isso inclui Warzone“. Segundo uma vaga de emprego, agora excluída, no site da empresa, a Activision pode estar planejando o desenvolvimento de uma versão mobile de Warzone.

Kostich também disse que a Activison “vê potencial em Call of Duty: Mobile“. O jogo será lançado em breve no lucrativo mercado chinês. No momento, ele está em fase de testes no país e mais de 50 milhões de pessoas já fizeram o pré-registro do jogo.

“Vemos um caminho para continuar crescendo o alcance, engajamento e investimento de Call of Duty no maior mercado de jogos mobile do mundo”, disse Kostich.

A Activision nem é a única empresa a ver potencial no mercado de jogos mobile. Depois do sucesso explosivo de PUBG em smartphones, a Electronic Arts e a Riot Games também anunciaram versões de seus dois principais jogos, Apex Legends e League of Legends, para dispositivos móveis. League of Legends: Wild Rift, da Riot, está em beta aberto em certas regiões do mundo.

Artigo publicado originalmente em inglês por Wasif Ahmed no Dot Esports no dia 02 de novembro.