Fãs de Dota 2 criticam os apresentadores do The International 2019: “cura para insônia”

Pode ficar bem chato ver Dota por horas se os comentaristas não tiverem energia.

Foto via Valve

O primeiro dia do The International 2019 foi cheio de duelos incríveis, jogos disputados e algumas escolhas surpreendentes de heróis, mas não passou sem uma cota de dificuldades técnicas e outros problemas.

Dois dos pontos principais que pareceram causar as reclamações dos fãs nas redes sociais foram os diversos problemas de áudio que atormentaram algumas das streams e algumas combinações de apresentadores tão monótonos que deram sono aos espectadores. 

Os comentaristas foram altamente criticados durante o embate entre Evil Geniuses e Natus Vincere no último bloco de partidas do Grupo B no primeiro dia. Os fãs disseram que o trio de comentaristas da mesa, composto por Kevin “Purge” Godec com os jogadores profissionais Kim “Febby” Yong-min e Nico “Gunnar” Lopez da Team Jinesbrus, “curou a insônia” deles.

Durante as partidas que o trio apresentou, os espectadores no chat da Twitch repetiam mensagens dizendo que as vozes monótonas e análise chata eram suficientes para dar sono a vários usuários.

Isso leva os problemas que os espectadores mais racionais tiveram com os comentários ao extremo, mas a maior parte das pessoas que viram aquela série concorda que a combinação de Purge, Febby e Gunnar acabou sendo fraca.

Durante os comentários, ficou claro que nenhum dos jogadores profissionais atuais estava confortável no microfone, ficando quietos nas lutas exceto por alguns elogios a jogadas sensacionais. Um usuário do Reddit falou que os três pareciam comediantes tentando fingir calma em uma situação excêntrica.

“Febby e Purge estavam bem”, um usuário do Reddit comentou. “Gunnar é novo e isso é evidente. Ele provavelmente vai melhorar como apresentador na mesa. O TI provavelmente foi a hora errada de estrear com ele. Não sei por que não chamaram comentaristas mais experientes, mas ele é quem temos agora e espero que ele pegue o jeito à medida que for acumulando experiência.”

Captura de tela via Reddit

Já que Gunnar foi a escolha unânime para elo mais fraco, as piadas falando em expulsá-lo de outro time vieram com força total. Mandá-lo para a mesa de análise é, provavelmente, a coisa mais sensata a se fazer.

O incidente não foi isolado, porém. Os problemas de volume, de áudio em geral, e comentários fracos continuaram no dia 2. 

Captura de tela via Reddit

O trio estava de volta, mas, dessa vez, eles receberam bem menos comentários odiosos. Durante o segundo dia, vários espectadores comentaram que eles tinham bem mais energia. 

De modo geral, a maior mudança parece ter acontecido na forma que Febby e Gunnar se movimentaram para dar mais informações sobre os jogadores e sobre a cena profissional como um todo. Isso permitiu que Purge se concentrasse melhor em de fato comentar jogada a jogada entre as conversas.

A combinação ainda não é perfeita e passa longe de alguns dos melhores que vêm brilhando no TI9, mas a melhora é algo que os espectadores perceberam e apreciaram.

Artigo publicado originalmente por Cale Michael em inglês no Dot Esports no dia 16 de agosto.