Plataforma Stream Hatchet mostra que a maior parte das horas gastas na Twitch vem do 1% de maiores canais

Os maiores canais também passam muito mais tempo no ar.

Imagem via Twitch

Twitch é a maior plataforma de streaming que existe, com 11,92 milhões de canais únicos gerando quase 11 bilhões de horas assistidas em 2019 em 432 milhões de horas de streaming. Mas, ao olhar a plataforma de perto, vemos que apenas um pequeno percentual de canais tem a maior parte da audiência.

Os dados computados pela empresa de consultoria e estatísticas Stream Hatchet mostra que 5,8 milhões das horas de conteúdo vistas na Twitch no ano passado, em torno de 53% do total da plataforma, veio dos 1.000 maiores canais. É menos de 1% de todos os canais existentes na plataforma.

Enquanto isso, os 500 maiores canais somaram 4,8 milhões de horas vistas, mais de 43% do total da Twitch. Os 100 maiores são responsáveis por quase 23% das horas da plataforma, 2,5 milhões de horas vistas.

Os canais mais populares, incluindo Riot Games, Liga Overwatch, Tfue, Summit1g, o canal de CS:GO da ESL e outros influenciadores entre os 10 maiores, somaram 713 milhões de horas em 2019, uma fatia de mais de 6% da audiência total da Twitch.

Pode parecer óbvio que as horas consumidas nos maiores canais da Twitch sejam desproporcionais com os outros canais, por causa da popularidade que grandes eventos e criadores de conteúdo têm na plataforma, mas um dos maiores motivos da disparidade entre os canais é tempo de transmissão.

Os 100 maiores canais da Twitch têm audiência desproporcionalmente grande, mas eles também são responsáveis por mais tempo de transmissão. Em 2019, o tempo médio de transmissão de cada canal foi de 36 horas. 

Entre os 100 mais vistos da Twitch, o número médio de horas de transmissão foi de 2.605. O tempo médio de transmissão não é tão mais baixo entre os 1.000 maiores canais: 2.124 horas.

Evidentemente, não é toda pessoa que tem um canal na Twitch que tem capacidade de fazer streams regulares, mas o próprio volume de conteúdo que os maiores canais conseguem produzir tem um papel importante nessa concentração tão grande da audiência.

É quase como o debate entre a galinha e o ovo. Para transmitir tantas horas assim, como fazem os maiores streamers, é preciso ter a capacidade e renda. Mas para ter essa renda só com streams, é preciso ficar popular na plataforma.

Ganhar popularidade requer muitas horas de streaming, mas a maior parte das pessoas não tem a capacidade de fazer tantas horas assim enquanto ainda trabalha pra sobreviver até se dar bem na Twitch.

Sonho de uma noite de streamer?

O impacto dos maiores influenciadores da Twitch é indiscutível. A guerra que aconteceu no último ano entre as plataformas de streaming provou isso. Quando grandes influenciadores como shroud e Ninja saíram da Twitch e passaram a ter parcerias exclusivas com a Mixer, o mercado dos criadores de conteúdo virou de cabeça para baixo.

Agora, todo grande influenciador tem a oportunidade de negociar com YouTube, Twitch, Mixer e Facebook para buscar a plataforma que pague melhor por streams exclusivas.

Antes, a concepção era que a Twitch era a única plataforma em que se poderia ter sucesso. Mas, com outros veículos apresentando boas oportunidades, a audiência da Twitch mudou um pouco.

Em 2018, os 10 maiores canais, encabeçados por Ninja, eram responsáveis por 820,5 milhões de horas vistas na Twitch. No último ano, o número caiu depois de alguns grandes influenciadores, como Ninja e shroud, saírem de lá.

Apesar de Ninja e shroud ainda terem sido dois dos 10 canais mais vistos na Twitch em 2019, devido a seu sucesso antes de se mudarem para a Mixer, o espaço que deixaram na Twitch nos últimos meses do ano foi o que fez o top 10 ter uma queda perceptível de audiência.

Apesar de entre os 10 maiores canais as horas vistas terem caído em 13%, entre os 1.000 maiores houve um aumento de 8%, com 5,8 bilhões de horas, em comparação com as 5,3 bilhões de 2018. 

Um possível motivo da mudança de audiência pode ser o crescimento da diversidade na Twitch. Quando alguns dos maiores criadores de conteúdo, que monopolizavam grandes audiências, mudam de plataforma, a audiência pode se investir em outros canais da Twitch. 

Todos os 1.000 maiores canais da Twitch tiveram, no mínimo, um milhão de horas de audiência em 2019, com uma média de 2.100 horas transmitidas. Apesar de muitos deles não estarem no mesmo nível de Tfue e Summit1g, o crescimento dos 1.000 maiores, apesar da queda dos 100 maiores, representa a ascensão do streamer “médio”.

Artigo publicado originalmente em inglês por Max Miceli no Dot Esports no dia 22 de janeiro.