NBK- arrecada mais de US$ 12.000 para combate a incêndios na Austrália

O profissional de CS:GO é o mais recente streamer a ajudar pessoas afetadas pelos incêndios na Austrália.

Foto via StarLadder

O veterano do CS:GO Nathan “NBK-” Schmitt está dando de volta à comunidade, arrecadando mais de US$ 12.000 (11.000 euros) para o combate a incêndios que afetam a vida selvagem australiana na stream de caridade de hoje.

A stream de caridade de dois dias esteve em colaboração com a Wildlife Warriors, uma organização criada em 2002 por Steve e Terri Irwin para ajudar a proteger espécies ameaçadas. O NBK- arrecadou mais de US$ 12.000 (11.000 euros) em doações e comemorou cada marco importante de maneiras divertidas e únicas.

   

As conquistas dos marcos mais baixos causaram apenas um constrangimento ou desconforto para o NBK-. No marco de US$ 2.000 (1.000 euros), o NBK- jogou sem óculos, e a US$ 2.500 (1.500 euros) ele vestiu um cosplay escolhido pelo público. Na marca de US$ 3.000 (2.000 euros), ele foi forçado a realizar um “shoey”, uma tradição australiana em que uma pessoa enche um sapato com álcool e bebe. 

O marco de US$ 3.500 (2.500 euros) foi importante para o profissional do CS:GO, ele deixou seu público decidir como ele barbearia os pêlos faciais. O resultado foi NBK- fazer um handlebar msutache, o que ele alegou não ser grande coisa em comparação com a quantidade de dinheiro que a comunidade arrecadou: “Nah, eu raspei minha barba, mas vai crescer rápido”. “Uma comunidade que arrecada 10k+, isso é loucura!” 

Depois de se manter fiel à sua palavra e depilar os pêlos faciais, NBK- continuou a stream e comemorou os marcos restantes, abrindo 100 malas, prometendo usar uma peruca no próximo evento da LAN e hospedando uma stream de Counter-Strike: Source com outros jogadores. 

A meta completa de 20.000 euros pode ter sido perdida, mas NBK- e seus seguidores ainda conseguiram arrecadar 11.000 euros, o que não é pouca coisa.

Artigo publicado originalmente em inglês por Jalen Lopez no Dot Esports no dia 18 de janeiro.