Um ano depois, a morte de Forge ainda é um dos melhores momentos de Apex Legends

Dizem por aí que Lisa Stone ainda está gritando.

Imagem via Respawn Entertainment

Não é todo dia que um jogo online mata um de seus personagens, mas foi exatamente o que Apex Legends fez há um ano. A terrível morte de Forge pelas mãos de Revenant foi bem mais significativa para o battle royale do que teria sido ele continuar vivo.

Forge ainda é uma parte icônica da história de Apex, o que não é nada ruim para um personagem que viveu apenas quatro dias. Sua história é o auge da subversão de expectativas, com apenas um pouquinho de mentira e enganação.

Pode chamar de Jimmy

O Community Manager Jay Frechette apresentou Forge durante a transmissão da quarta temporada. O campeão tinha personalidade "forte" e "um belo gancho de esquerda", segundo o roteirista Tom Casiello, e pretendia conquistar os Jogos Apex depois de vencer cinco campeonatos da Hyperfighting Federation, uma espécie de MMA das Terras Ermas.

Forge parecia, na época, um pouco diferente das outras lendas. Ele seria, provavelmente, a primeira lenda que atacaria corpo a corpo (e o "exato oposto" de Crypto, segundo Casiello). Ele também seria a primeira lenda patrocinada por uma corporação, pois o personagem foi levado aos Jogos pela Hammond Robotics — nome já conhecido de Titanfall que estava começando a aparecer em Apex.

O mais importante, no entanto, é que ele não era Revenant, o candidato mais provável para lenda da quarta temporada segundo os mineradores de dados. Tudo parecia apontar para que o simulacro entrasse para os Jogos Apex, exceto os canais oficiais.

A stream ajudou a criar expectativa para a próxima temporada. Entre um ou outro trailer de Forge, os fãs tentavam descobrir como a Hammond Robotics se encaixaria na narrativa de Apex e mineradores de dados voltavam a vasculhar os dados sobre Forge, que haviam aparecido nos arquivos de jogo alguns meses antes.

Já a Respawn, por outro lado, escondia informações valiosas: os dias de Forge estavam contados e era proposital.

Bem de perto

A Respawn revelou que Forge teria seu próprio episódio nas Histórias das Terras Ermas, mas não que haveria uma aparição surpresa de Revenant. O simulacro parece se materializar lá durante uma entrevista e apunhala Forge pelas costas, perturbando a apresentadora Lisa Stone. Foi a morte de uma possível lenda e foi tudo parte do plano.

O objetivo nunca foi que Forge participasse dos Jogos Apex. A ideia era driblar os mineradores de dados e conseguir surpreender na quarta temporada.

“Na verdade, começou como uma forma divertida de enganar os mineradores de dados, que, na época, acreditavam ter descoberto a próxima lenda e estragado a nossa surpresa”, Jason McCord, diretor de design de Apex, disse ao Dot Esports na época. “Acabamos vazando artes e detalhes falsos de Forge de propósito nos arquivos de jogo [antes da revelação oficial], para que houvesse rastros quando o anunciássemos.”

Matar um personagem não é algo comum (a não ser que você seja George R. R. Martin). Nas Terras Ermas, a morte pode ser um destino final e irreversível — exceto para Revenant, no caso — e matar um personagem de vez é algo tão finito que não costuma acontecer em jogos do tipo. Mas não é só por isso que Forge é importante.

Criar um personagem falso do zero, com direito a habilidades, arte conceitual e uma animação própria, só para enganar quem estivesse vasculhando os arquivos de jogo é algo que consome muito tempo e mostra o que a Respawn estava disposta a fazer para inovar — ainda que o personagem precisassee ser morto no final.

Um ano após sua morte, Forge ainda é lembrado na comunidade de Apex, mas principalmente como meme. A própria Respawn já fez isso algumas vezes. Após sua morte, a página da temporada foi atualizada para incluir uma boa descrição da lenda: “Nunca derrotado. Com exceção daquela vez.”

Em uma das telas de carregamento da sétima temporada, havia outra referência a Forge. Um apresentador de podcast diz que Forge ficou no passado e que o Museu de Forge faliu. “Acho que as pessoas nem ligam mais pra esse cara”, diz o apresentador. Mas os fãs de Apex ainda têm um fraco por Forge, mesmo que ele fique relegado a meme e façam piadas com ele.

Quanto ao destino de Forge, alguns fãs se perguntaram se ele está mesmo morto e algumas teorias conspiratórias complexas dizem que ele poderia voltar aos Jogos Apex um dia. O retorno, no entanto, é extremamente improvável se não for em uma piada de primeiro de abril.

Ele está "mortinho", segundo McCord. Mas, com uma história como essa, ele não será esquecido.

Artigo publicado originalmente em inglês por Pedro Peres no Dot Esports no dia 27 de janeiro.